Quem Somos

A AMAC nasce como resposta à nossa vocação cristã de “…fazer o bem; procurar o que é justo; ajudar o oprimido; fazer justiça ao órfão; e tratar da causa das viúvas”, conforme a sagrada escritura em Isaías 1:17. Com esta visão, o objecto central da AMAC é promover acesso à justiça para pessoas carentes, vulneráveis e marginalizadas da sociedade moçambicana, em particular as crianças e mulheres vulneráveis, os prisioneiros sem assistência judiciária, compartilhando com eles o amor e a compaixão de Cristo.
O objecto da AMAC é materializável através de diversas acções e intervenções sociais na área de acesso à justiça, nomeadamente:

    • Assistência jurídica a pessoas carenciadas na elaboração de diversos documentos necessários para intervenção jurídica em problemas ou causas em que sejam partes;
    • Apoio jurídico ou financiamento das despesas jurídicas de pessoas comprovadamente pobres;
    • Educação cívica em matéria de direito e sobre o conhecimento especifico de direitos e leis que protegem os direitos de indivíduos e grupos;
    • Patrocínio judiciário e representação de pessoas comprovadamente pobres diante dos tribunais, ministério público e outras instituições onde possam necessitar de patrocínio;
    • Pesquisa, publicação e divulgação de documentos, legislação, material formativo e informativo sobre a vida e a ciência jurídica moçambicana, o acesso a justiça, direitos humanos e legalidade;
    • Promoção de estudos debates, seminários, palestras, conferências e simpósios de carácter científico ou de interesse público que contribuam para a divulgação das ciências jurídicas e leis moçambicanas;
    • Promoção da resolução extrajudicial de conflitos através da conciliação, mediação e arbitragem;
    • Promoção da publicação e divulgação dos resultados dos trabalhos de investigação realizados pelos seus membros;
    • Cooperação com as instituições de ensino e investigação no campo das ciências jurídicas no país e no estrangeiro;
    • Angariação de bolsas de estudos para formação em Ciências Jurídicas nas diversas instituições de ensino superior;
    • Promoção da ética cristã em qualquer acção jurídico-legal, quer através dos tribunais, quer através da media ou debates públicos, ou por qualquer forma que a AMAC julgar apropriada.

Certamente, o cumprimento de qualquer uma destas acções exigirá de nós, e de todos aqueles que hão-de se juntar a nós, uma entrega incondicional e contribuição liberal.

Junte-se a nós e ajude o seu povo a ter acesso à justiça!

Mateus Mosse.
Presidente do Conselho Directivo.